VCC ONLINE

Fórum Técnico dedicado ao Aeromodelismo VCC - VÔO CIRCULAR CONTROLADO. Também conhecido como Control Line ou U-Control.

   Stunt Hobby - Loja especializada em produtos para VCC. www.stunthobby.com
   Allen Modelismo - Kits e materiais para VCC www.allenmodelismo.com
NautiCurso - Kits, corte a laser, balsa etc. www.nauticurso.com.br
CremonHobby - "Kits VCC Cortados a Laser e Acessórios": www.cremonhobby.com

    quem fabricava os Sassi?

    Compartilhe
    avatar
    Sérgio Daeuble
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 2191
    Idade : 55
    Data de inscrição : 24/09/2008

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Sérgio Daeuble em Sex Abr 01 2016, 12:54

    https://www.youtube.com/watch?v=j-CwlDJJAUg


    Eduardo Mancini
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 262
    Idade : 45
    Data de inscrição : 21/11/2013

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Eduardo Mancini em Sex Abr 01 2016, 16:36

    Olá Ariana!
    Fico muito contente com sua participação aqui. Por favor, agradeça a seu pai e tio por mim, pois fizeram uma criança de 13 anos (em 1985 !!) muito feliz!!
    Meu sonho de consumo foi realizado numa manhã de sábado, na Livraria Mundial, aqui em Pelotas, onde comprei meu primeiro SASSI .15 II . Meu pai foi me encontrar lá!! Grande lembrança!!

    Em tempo: era um grande motor. Pegava muito bem, e nunca me deixou na mão!! Equipava um Tamanco B II .
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Manicaca em Sex Abr 01 2016, 19:53

    Verdade Eduardo, eles são merecedores de toda nossa consideração e admiração

    ClaudioFett
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 226
    Idade : 68
    Data de inscrição : 02/12/2015

    Quem....Sassi

    Mensagem  ClaudioFett em Sex Abr 01 2016, 21:27

    Olá pessoal li os relatos anteriores e também tive o conhecido Sassi "torneira" e outro Sassi, ambos .15 ,voavam muito e o torneira danificou quando voei com um MI em campo de futebol de terra o outro foi com o tempo de uso. Meu CB 25 "leva fácil" e muito bem o Falcão 20, com o uso tive de trocar camisa e pistão. Estava pensando em comprar o 46 (rolamentado) do Daniel, pena que o CB não mais existe, além de ser perto de casa, sempre que fui lá, mesmo sem comprar nada, fui bem recebido. O Daniel também fabricava velas , mas parou por dificuldade de matéria prima (preço) e concorrência de produtos importados.
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Morcegão em Sex Abr 01 2016, 22:04



    Sassi 15 I, Sassi .15 II (zerinho), Sassi .25 e Sassi .35.
    avatar
    Sérgio Daeuble
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 2191
    Idade : 55
    Data de inscrição : 24/09/2008

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Sérgio Daeuble em Sab Abr 02 2016, 08:54

    Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Beleza!!!!!!
    Sassi I (Charutinho)....... Boas lembranças.......... Os dedos ainda reclamam!!!!!!!
    lol! lol! lol! lol! lol! lol! lol!
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Manicaca em Sab Abr 02 2016, 09:43

    Pô Bats, voismecê tá de "Sakkanais" !!!!!
    Quantas lembranças boas
    Parabéns pelo coleção maravilhosa !!
    Hoje vc já tem boa parte da história do modelismo nacional nas mãos
    Força na Peruca Bats.!!!!
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Morcegão em Sab Abr 02 2016, 11:41

    hehe

    Estes aí eu não vendo não. Very Happy Very Happy Very Happy

    ClaudioFett
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 226
    Idade : 68
    Data de inscrição : 02/12/2015

    Quem....Sassi

    Mensagem  ClaudioFett em Dom Abr 03 2016, 13:44

    Oi Morcegão eu também não vendo minhas"relíquias" recebi uma proposta de troca do meu WB 2,5 por um Tucano que vi voando e ainda disse que com o Tucano completo talvez toparia, mas cheguei a conclusão que NÃO deixe-me brincar com o MI equipado com o WB.bounce
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Manicaca em Dom Abr 03 2016, 14:50

    Cláudio, Tucano vc pode até achar ou fazer um outro, achar um WB ainda por cima em bom estado...????
    Muito mais difícil....
    Atitude mais do que certa ...
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Morcegão em Dom Abr 03 2016, 17:43

    Eu tenho um WB 1,5 na caixa com manual e sem uso. Só não vendo.

    Encontrei esta relíquea a venda no Mercado Livre e o dono (vendedor de antiguidades) não tinha ideia exata do que se tratava. Very Happy Very Happy Very Happy

    sassiwell
    Usuário
    Usuário

    Número de Mensagens : 5
    Idade : 63
    Data de inscrição : 03/09/2016

    A história dos motores sassi - primeira parte

    Mensagem  sassiwell em Sab Set 03 2016, 18:36

    Para que não fique um texto muito longo, vou resumir e dividir em duas partes.
    PARTE I
    Olá queridos aeromodelistas e grandes amigos,
    Agradeço muito os comentários desse fórum, eles nos engrandecem muito no trabalho que tivemos em ser uns dos pioneiros.
    Sou Wellington Sassi, que junto com meus irmãos Onofre C. Sassi e Wilson Sergio Sassi fabricamos os motores Sassi de 1976 a 1991.
    Vou tentar lembrar um pouco da história do nosso trabalho na fabricação de motores e no desenvolvimento do aeromodelismo no Brasil.
    Tudo começou em Curitiba – PR, tínhamos uma fábrica de antenas para televisão e em 1976, não conhecia nada sobre aeromodelismo, quando um amigo me falou do problema que estava tendo com um motor Enya .19 que quebrou a biela e consequentemente o pistão.
    Comentei com meu pai, Sr. Onofre Sassi (In Memoriam), que prontamente disse que poderia consertar o motor, fabricando o pistão e a biela....... foi o grande momento.....desafiei meu pai, que apesar de na época ser bancário, já tinha trabalhado não manutenção de máquinas agrícolas, alertando que era muita tecnologia e que não dava para consertar.
    Resumindo, desafio aceito, no final de semana fabricou as peças que funcionaram por muito tempo.
    Como na época estávamos com sérios problemas de matéria prima para fabricar antenas (tubos de alumínio), estávamos procurando oportunidades de mercado, começamos a pesquisar sobre os motores para aeromodelismo.
    Resultado, descobrimos sobre a WB, compramos os restos mortais da fábrica e tentamos fabricar o WD diesel, isso nos atrasou um pouco, não conseguíamos um motor com funcionamento estável, não tínhamos maquinários para produzir o motor com a qualidade que a WD tinha e como existia uma rejeição aos motores diesel pela dificuldade de carburar e a sujeira que ele produzia resolvemos repensar a fábrica.
    Foi com o incentivo do nosso grande amigo Célio Pinho, proprietário da loja Mobral, seguimos em frente, mudando a linha para os motores Glow.
    Aí o nosso grande mestre, meu pai, Sr. Onofre Sassi, dotado de uma genialidade fora do normal e com uma criatividade impressionante, partimos para o tudo ou nada e conseguimos produzir o Sassi .15 com o cárter do antigo WB, camisa de aço com pistão de ferro fundido.
    Tempos difíceis, não tínhamos maquinários para padronização dos motores, cada um tinha suas características próprias, mas fomos em frente.
    No início eram 20 motores por mês, quando ficavam prontos, levava em mãos para São Paulo para distribuir nas lojas: Mobral e Aerobrás. O bom é que era muito bem recebido, pois na época não existia nada no Brasil e recebia muito incentivado para continuar com nosso trabalho.
    Fomos evoluindo rapidamente, com maquinários e equipamentos e aí a grande mudança, injetar as peças em alumínio, abandonar a fundição em conquilha no sistema por gravidade. Confesso que foi muito estudo e trabalho, a tecnologia era praticamente desconhecida no Brasil, só as multinacionais tinham injetoras de alumínio ....... foi muito difícil mesmo, tivemos que construir a nossa injetora, moldes e produzir a liga de alumínio para injeção, não existia no mercado matéria prima.
    Nasceu o motor SASSI .15 II, externamente muito similar ao Enya .15, mas com tecnologia de fabricação e material totalmente tupiniquim e com muito orgulho.
    Infelizmente não consigo lembrar o nome do Engenheiro Metalúrgico da Fundição Tupy, que desenvolveu o material da camisa e pistão.
    Grande aficionado por aeromodelismo, veio até nossas instalações conhecer nosso processo de fabricação e prometeu desenvolver material para fabricação da camisa e pistão dos motores. Nem acreditamos, mas eis que, em menos 30 dias ele voltou com algumas barras do material e como deveríamos usinar e realizar o tratamento térmico (tempera), e com isso conseguirmos um motor com desempenho muito melhor que os importados.
    Não é para se gabar, mas nosso motor girava pelo menos uns 20% a mais que os similares importados, o problema é que não conseguíamos uma padronização, principalmente pela quantidade que já estávamos produzindo, 400 unid/mes. Alguns motores giravam a mais de 13.000 RPM com uma hélice 8x6 de nylon, enquanto os concorrentes não passavam de 11.500 RPM.
    Nossas instalações estavam pequenas e tínhamos que mudar de local, Curitiba só permitia a localização de industrias no Distrito Industrial, que ainda não era o nosso caso, foi então que resolvemos mudar para Presidente Prudente - SP, próximo a cidade de nossas origens, (Santo Anastácio).

    sassiwell
    Usuário
    Usuário

    Número de Mensagens : 5
    Idade : 63
    Data de inscrição : 03/09/2016

    A história dos motores sassi - segunda parte

    Mensagem  sassiwell em Dom Set 04 2016, 00:58

    Histórico da fábrica de motores Sassi

    PARTE II
    Em setembro de 1982 mudamos para as novas instalações em Presidente Prudente, com novas ideias e com muita vontade de crescer.
    Começamos a produzir a motor .35 para VCC, ainda com a tecnologia de uma câmara de injeção de combustível, pois tivemos que desenvolver tecnologia própria para injetar o cárter já com a cavidade de injeção de combustível com direcionador de jato, pois já tínhamos tentado fabricar o motor .40 com a cavidade usinada e o motor não ficou eficiente e econômico como os similares importados.
    O motor .40 foi uma experiência nova, já com rolamentos no virabrequim, mas o motor não rendia o que queríamos, hoje acho que fomos exigentes demais, tínhamos um motor .15 excelente e o .40 era próximo aos concorrentes, então para nós não estava bom.
    Entramos na linha Radio Controlado com o motor SASSI .15II R/C e logo em seguida o motor .35 R/C com o novo sistema de injeção de combustível.
    Esse foi outro grande desafio, fabricar um carburador R/C, confesso que deu trabalho, muito trabalho mesmo, pois queríamos um carburador com duas agulhas, era o que tinha de melhor no mercado mundial na época. E conseguimos, ficou muito bom, inclusive vendemos muitos carburadores para outros motores que não tinham carburador com duas agulhas.
    Em 1986 mudamos para instalações próprias, adquirimos maquinas modernas e automáticas, (fomos os primeiros a adquirir um torno CNC em Presidente Prudente), construímos uma nova injetora de alumínio de grande porte, novos dispositivos de usinagem e pela nossa tecnologia desenvolvida chegamos a ser alvos de grandes reportagens pela imprensa nacional.
    A produção do motor .25 foi nossa grande demonstração da tecnologia que conseguimos ao longo dos anos, um motor com três câmaras de injeção de combustível, pistão sem defletor que proporcionava um funcionamento uniforme. Custou caro, muito caro, mas para nós foi o máximo injetar o cárter do motor com as três câmaras de injeção, que orgulho, estávamos produzindo o que existia de melhor em tecnologia no mundo e tudo produzido dentro da fábrica.
    Com grande capacidade de produção, produzíamos peças para empresas de grande porte, fabricamos redutores para portão automatizado, moto esmeril completo, inclusive o motor elétrico, moldes para injeção de plástico, etc...
    Em 1988 já tínhamos a fábrica toda informatizada, com controle total da produção através de computadores e as peças em aço com tecnologia de microfusão, que pouca gente sabia o que era isso, nosso virabrequim saia pronto para retificar e laminar a rosca.
    Construímos um centro de usinagem para o bloco do motor, ele realizava todas as operações de usinagem no bloco: furação, rosca e usinagem interna para colocação do cilindro e virabrequim. Esse processo demorava cerca de 20 minutos e grandes problemas no controle de qualidade, com o centro de usinagem, passamos a produzir um bloco a cada 2 minutos e com um excelente padrão de qualidade.
    Foi em 1986 que começamos a comercialização de motores em Magazines: Sandiz e Sears, bem devagar, cerca de 50 motores por mês em cada magazine. Essas vendas tomaram proporções que não tínhamos ideia, principalmente quando a Sears foi comprada por um grupo Holandês, as vendas dobravam a cada mês. Em 1987 o grupo Holandês comprou a Sandiz também e as vendas aumentaram mais ainda, pois estavam levando nossos motores para outros países.
    Por falar em exportações, conseguimos vender nossos motores na Argentina, Chile e Portugal.
    Começamos a fazer dois turnos na fábrica para conseguir atender a demanda da Sears, em 1989 estávamos entregando uma média de 2000 motores mês, tivemos que parar a produção dos redutores para portão, acabar com a produção de serviços para terceiros, pois o nosso negócio era os motores. Resultado é que mais de 90% do nosso faturamento era para a Sears e não tínhamos como reverter essa situação, as vendas aumentavam mais que a nossa produção.
    Nessa época começaram a surgir os motores 4 tempos, ainda com os comandos de válvulas externos, e pouca potência. Mesmo com todo problema de produção que estávamos tendo, conseguimos desenvolver nosso projeto e construir um protótipo já com o comando de válvulas com correia dentada, mas infelizmente ficou por ai, não tivemos tempo para levar o projeto adiante.
    Aí aconteceu o maior desastre desse país, o Collor ganhou a eleição, o grupo que controlava a Sears, sabendo com antecipação as loucuras que o Collor pretendia fazer para acabar com a inflação, simplesmente encerrou suas atividades no Brasil, fecharam todas as lojas. Já tínhamos pedidos de compras com eles para os três próximos meses, estávamos produzindo a todo vapor e de repente não tínhamos para quem vender.
    Para ajudar, o Collor quando assumiu a presidência em março de 1990, confiscou o dinheiro de todas as pessoas e empresas e abriu as importações, nada contra, mas o brasileiro estava tão carente de produtos importados, que só queria comprar as porcarias Chinesas, o resultado foi que não sobrou nenhuma fábrica de brinquedos no Brasil. Foi uma pena, ninguém queria os produtos nacionais, então paramos com a produção de motores e várias empresas encerraram as atividades como a Frateschi que produzia os trens elétricos.
    Tivemos que adaptar a fábrica, produzindo maquinas para trabalho em madeira, engates para veículos, micro torno e também a concessionária de motores de popa Johnson, abandonando totalmente o aeromodelismo.
    Com os problemas financeiros ainda não resolvidos do plano Collor, vem o plano real, que do dia para a noite ninguém tinha mais crédito, não havia moeda em circulação, resolvemos então encerrar as atividades e salvar nosso patrimônio, não dava mais para suportar tantos planos econômicos e interferências do governo na economia.
    Essa é a situação do nosso país com esses políticos corruptos, quem produz não tem valor nenhum, é massacrado pelos altos impostos sem nenhum apoio ou incentivo.
    Espero ter contribuído o suficiente para o aeromodelismo no Brasil, pois me tornei um apaixonado pelo esporte, fui praticante de várias modalidades e organizei em Presidente Prudente em 1985 um dos maiores Campeonato Brasileiro de Aeromodelismo, com a participação de mais de 500 aeromodelistas.
    Não tenho dados precisos da quantidade de motores que fabricamos, mas acredito estar próximo de 50.000 motores.
    Não gostaria de citar nomes de pessoas que nos ajudaram, pois foram muitas, pessoas que são aficionadas pelo esporte e contribuíram em muito para nosso sucesso, para não cometer o erro de esquecer alguém, pois já se passaram muitos anos.
    Wellington Sassi,
    Agradeço muito ao meu pai, com toda sua inteligência e experiência foi o grande incentivador do nosso trabalho, que Deus o tenha em bom lugar.
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Morcegão em Dom Set 04 2016, 17:55

    Agradeço fortemente por nos contar a história da fábrica. Meu primeiro motor quase foi um Sassi I. em 1978. Chegamos a Papelaria 2000, no Shopping Venâncio 2000, Brasília-DF e havia acabado. Fui com uma propaganda de um jornal para comprar aquele motor, mas o vendedor disse que não tinha mais e saí com um Fox .15 que tenho até hoje. Tinha uma pequena coleção, mas acabei com ela, ficando apenas com este motor por motivos sentimentais (Sassi I). Comprei na sorte junto com um aero que não deu para aproveitar. O dono não entendia nada do assunto e não conseguiu ligar o motor. Comprei barato.
    Sempre quis saber sobre a fábrica e agora vou copiar o relato e guardar.
    Neste país onde se valoriza o de fora e desvaloriza o que é nosso, vocês foram heróis. Uma pena não ter durado mais.
    Abs,

    avatar
    Bruno Hack
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 14
    Idade : 35
    Data de inscrição : 07/10/2007

    Sassi 15

    Mensagem  Bruno Hack em Dom Set 04 2016, 19:20

    Excelente Sassiwell... eu aprendi a voar com um enya 15, que acredito que tenha servido de inspiração para vocês devido a semelhança.
    Isso foi em 1993/94, não conseguíamos fazer os motores funcionarem direito pois éramos apenas piás tentando voar de qualquer jeito... hoje tenho certeza que os culpados pelos problemas em voo não eram os motores e sim os tanques de latão mal feitos que tínhamos. Não tínhamos idéia da importância do tanque no vcc glow, que acredito ser o grande vilao das falhas de motores.

    Bom, aproveitado o depoimento... tem algo sobre a nossa pista do barigui ou do aeroclube da época? Pode ser jornais, revistas, fotos... estamos levantando a historia das nossa pistas aqui em Curitiba para nos proteger de uma possível tomada pela prefeitura, algo que temos a sensação de que possa acontecer no primeiro vacilo que dermos.

    Um abraço, obrigado.

    Bruno Hack

    Eduardo Mancini
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 262
    Idade : 45
    Data de inscrição : 21/11/2013

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Eduardo Mancini em Dom Set 04 2016, 19:46

    Sr. Sassi, mais uma vez agradeço, sua dedicação ao aeromodelismo, o que permitiu algumas das mais bonitas lembranças de minha vida, inclusive pela permanente participação de meu maior incentivador, meu pai (já falecido)

    O Sr. mesmo e o Morcegão já expressaram a situação de caos que este país "sempre" vive, e os joguetes que somos (inclusive como agora, sem entrar em qualquer mérito político!!).

    Também vou imprimir seu texto para guardar, pois ele explica a atitude que fez o aeromodelismo acontecer até as liberação das importações.

    Apenas para agregar, em outros países, governos auxiliam..., no nosso atrapalham...
    E como exemplo de outro grande brasileiro e empreendedor (assim como o Sr. e seus irmãos), temos o Sr. João Gurgel. Um pioneiro que fez o primeiro (único!?) automóvel 100% nacional e foi líder mundial em tecnologia de automóveis elétricos (hoje, com a evolução que certamente teria ocorrido, teríamos ele, sua indústria, e certamente as outras que surgiriam, como a vanguarda mundial deste segmento que é o futuro). Aliás sugiro lerem; Gurgel- Um Brasileiro de Fibra... Assim como o Sr., mais uma vítima de curiosos interesses...

    Um grande abraço

    sassiwell
    Usuário
    Usuário

    Número de Mensagens : 5
    Idade : 63
    Data de inscrição : 03/09/2016

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  sassiwell em Dom Set 04 2016, 23:23

    Morcegão escreveu:    Agradeço fortemente por nos contar a história da fábrica. Meu primeiro motor quase foi um Sassi I. em 1978. Chegamos a Papelaria 2000, no Shopping Venâncio 2000, Brasília-DF e havia acabado. Fui com uma propaganda de um jornal para comprar aquele motor, mas o vendedor disse que não tinha mais e saí com um Fox .15 que tenho até hoje. Tinha uma pequena coleção, mas acabei com ela, ficando apenas com este motor por motivos sentimentais (Sassi I). Comprei na sorte junto com um aero que não deu para aproveitar. O dono não entendia nada do assunto e não conseguiu ligar o motor. Comprei barato.
      Sempre quis saber sobre a fábrica e agora vou copiar o relato e guardar.
      Neste país onde se valoriza o de fora e desvaloriza o que é nosso, vocês foram heróis. Uma pena não ter durado mais.
      Abs,

    Agradeço muito seus comentários e opinião, foram suas publicações que me inspiraram a escrever, um texto sem muita precisão mais com muita emoção e respeito aos leitores desse grupo de pessoas que como eu são aficionados por este esporte.
    Grande abraço

    sassiwell
    Usuário
    Usuário

    Número de Mensagens : 5
    Idade : 63
    Data de inscrição : 03/09/2016

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  sassiwell em Dom Set 04 2016, 23:32

    Eduardo Mancini escreveu:Sr. Sassi, mais uma vez agradeço, sua dedicação ao aeromodelismo, o que permitiu algumas das mais bonitas lembranças de minha vida, inclusive pela permanente participação de meu maior incentivador, meu pai (já falecido)

    O Sr. mesmo e o Morcegão já expressaram a situação de caos que este país "sempre" vive, e os joguetes que somos (inclusive como agora, sem entrar em qualquer mérito político!!).

    Também vou imprimir seu texto para guardar, pois ele explica a atitude que fez o aeromodelismo acontecer até as liberação das importações.

    Apenas para agregar, em outros países, governos auxiliam..., no nosso atrapalham...
    E como exemplo de outro grande brasileiro e empreendedor (assim como o Sr. e seus irmãos), temos o Sr. João Gurgel. Um pioneiro que fez o primeiro (único!?) automóvel 100% nacional e foi líder mundial em tecnologia de automóveis elétricos (hoje, com a evolução que certamente teria ocorrido, teríamos ele, sua indústria, e certamente as outras que surgiriam, como a vanguarda mundial deste segmento que é o futuro).  Aliás sugiro lerem; Gurgel- Um Brasileiro de Fibra...   Assim como o Sr., mais uma vítima de curiosos interesses...

    Um grande abraço
    Verdade Eduardo, conheci pessoalmente o Amaral Gurgel, também o Frateschi com seus trens elétricos e muitos outros que foram grandes empreendedores sem nenhum incentivo.

    sassiwell
    Usuário
    Usuário

    Número de Mensagens : 5
    Idade : 63
    Data de inscrição : 03/09/2016

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  sassiwell em Dom Set 04 2016, 23:38

    Bruno Hack escreveu:Excelente Sassiwell... eu aprendi a voar com um enya 15, que acredito que tenha servido de inspiração para vocês devido a semelhança.
    Isso foi em 1993/94, não conseguíamos fazer os motores funcionarem direito pois éramos apenas piás tentando voar de qualquer jeito... hoje tenho certeza que os culpados pelos problemas em voo não eram os motores e sim os tanques de latão mal feitos que tínhamos. Não tínhamos idéia da importância do tanque no vcc glow, que acredito ser o grande vilao das falhas de motores.

    Bom, aproveitado o depoimento... tem algo sobre a nossa pista do barigui ou do aeroclube da época? Pode ser jornais, revistas, fotos... estamos levantando a historia das nossa pistas aqui em Curitiba para nos proteger de uma possível tomada pela prefeitura, algo que temos a sensação de que possa acontecer no primeiro vacilo que dermos.

    Um abraço, obrigado.

    Bruno Hack

    Buno, já se passaram muitos anos, não tenho nada de Curitiba, mas fique esperto, o pessoal de Prudente não deu atenção e demoliram nossa pista que foi construída para o Campeonato Brasileiro. Infelizmente é assim que funciona o poder público, demoliram para ficar um espaço sem nada.

    Mario Zuffo BRA-00076
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 419
    Idade : 71
    Data de inscrição : 07/06/2009

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Mario Zuffo BRA-00076 em Seg Set 05 2016, 13:00

    Veteranos Comandantes e Copilotos


    Depois de 63 anos no aeromodelismo posso dizer que TODOS os fabricantes de Motores  Para Aeromodelismo no Brasil Foram Abnegados e Verdadeiros Heroes Pela Causa a que se Propunham , quantas gerações aprenderam o gosto pelo aeromodelismo com motores fabricados aqui no Brasil , usei por muio tempo o WB 2,5 e o WB 250 iniciei em janeiro 1957 na extinta UPA no Parque do Ibirapuera SP.
    Ensinei muita gerações a voar com motores Nacionais com quase todas as marcas praticamente , mas sempre tiveram a concorrência dos Importados : "Na Minha Opinião Pessoal Se No Brasil Tivéssemos Isentivos Fiscais Como em Outros Países com a Mais Absoluta Certeza Teriamos hoje uma Gama de Excelentes Motores que Em Nada Deveriam aos Melhores Importados " , Infelizmente a Nossa Carga Tributaria e um "Desestimulo para Quem Quer Produzir Qualquer Coisa Neste Pais " isso é de lamentar pois tivemos Nobres Guerreiros que merecem "TODO O NOSSO RESPEITO E ADMIRAÇÃO POIS FIZERAM A HISTORIA DO AEROMODELISMO NO BRASIL OQUE PODEMOS DIZER E MUITO OBRIGADO A TODOS INDISTINTAMENTE ".

    100 + Bom Voos a Todos

    Mario Zuffo BRA-00076
    avatar
    Sérgio Daeuble
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 2191
    Idade : 55
    Data de inscrição : 24/09/2008

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Sérgio Daeuble em Seg Set 05 2016, 19:26

    Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Beleza!!!!!!
    - Depois de ver a História da fabrica..... Vou tratar com mais carinho dos meus Sassis..... Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing

    cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers

    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1735
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  TAPXURE em Ter Set 06 2016, 09:25

    História maravilhosa de um grande empreendedor no ramo de hobby no Brasil!

    Sr. Sassi é um prazer saber um pouco mais daquela que foi talvez a mais importante
    fábrica de motores para aeromodelos no Brasil. Com certeza, sua empresa foi responsável
    por iniciar muitos e muitos aeromodelistas Brasil afora!!!

    Continue sempre com a gente! Temos um grupo no Whats App excluivo de motores para
    modelismo chamado AEROMOTORES! É um grupo focado, onde trocamos idéias, fotos e
    dúvidas! Seria um muito bom tê-lo no grupo! Entendo o convite aos demais desse Fórum!!!

    Aos que interessarem, favor enviar mensagem para (34) 999781522

    Abraços!

    lol!
    avatar
    GECANA
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 193
    Idade : 62
    Comentários : Vôo UC/RC
    Data de inscrição : 31/05/2011

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  GECANA em Qui Set 08 2016, 10:30

    Sr. Wellington Sassi
    Muito obrigado pela sua narrativa a respeito dos Motores Sassi. Comecei no VCC em 1983 justamente com um motor Sassi .15II. Na época quase todos os colegas tinham o Sassi, apenas um ou outro que tinha um O.S. Max ou Enya. Hoje só nos resta saudades. Tenha certeza que todo esforço de seu pai, seu e de seus irmãos valeu muito no engrandecimento do aeromodelismo no Brasil e todos nós, hoje cinquentões e sessentões, só temos a agradecer de coração ao amigo. Forte abraço. GG
    avatar
    GECANA
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 193
    Idade : 62
    Comentários : Vôo UC/RC
    Data de inscrição : 31/05/2011

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  GECANA em Qui Set 08 2016, 10:47

    Mario Zuffo BRA-00076 escreveu:Aqui vai uma pequena Historia dos motores fabricados no Brasil

    No Brasil foram fabricados alguns motores porem o que mais resistiu o tempo : primeiro foram os WB diesel uma copia dos Taifun Bison Alemão fabricados em Apucarana Parana , Depois tiveram os motores ATF fabricados pelo Toninho hera uma imitação do Enya 19 foi um bom motor , Depois tivemos o Vimo Diesel fabricado pelo meu grande Amigo Victor Garutti muito bom motor , Depois veio o Welington Sassi como motor Sassi 15e 35 motor muito bom para iniciantes , Depois o Thomas com os motores TM que tiveram tambem tiveram sua epoca , e Hoje temos os motores CB exelentes motores baixo custo , esta resistindo a concorrência porque os motores são vendidos na fabrica direstamente .

    Sem + Nem - aquelê abraço aeromodelistico

    Mario Zuffo BR-00076 VCuiaba MT

    Sr. Mario Zuffo
    Parabéns pelo seu profundo conhecimento a respeito da evolução dos motores para aeromodelismo no Brasil. Todos nós aeromodelistas, acredito eu, temos muito interesse em saber mais a respeito destes motores que o senhor citou. Será que o amigo conseguiria junto a esses antigos fabricantes, um resumo da história de cada marca de motor, assim como fez o nosso amigo Wellington Sassi? Forte abraço. GG
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Manicaca em Sex Set 09 2016, 11:26

    Wellinton, um misto de emoção e alegria em termos vc conosco
    Que privilégio !! cheers cheers cheers cheers cheers cheers
    Poxa vida, se não fosse esse seu relato tão rico em detalhes e tb dados históricos toda sua história passaria em branco, aliás a sua história no modelismo e um grande capítulo do VCC Brasileiro
    Muito obrigado em nome de todos pela paciência em nos explanar tantos detalhes a respeito da história de sua marca
    Fica o amigo já de antemão "Intimado" em estar sempre junto ao nosso grupo, onde vc é sempre muito benvindo
    Tou na rua de passagem em Lan House, com mais calma escrevemos mais assim como trocaremos mais idéias a respeito
    Um grande abraço a vc Wellington extensivo a todo o seu clã profissional e familiar
    Lhe aguardamos por aqui cheers cheers cheers cheers cheers cheers cheers sunny sunny sunny sunny sunny sunny

    Conteúdo patrocinado

    Re: quem fabricava os Sassi?

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 24 2017, 19:54