VCC ONLINE

Fórum Técnico dedicado ao Aeromodelismo VCC - VÔO CIRCULAR CONTROLADO. Também conhecido como Control Line ou U-Control.

   Stunt Hobby - Loja especializada em produtos para VCC. www.stunthobby.com
   Allen Modelismo - Kits e materiais para VCC www.allenmodelismo.com
NautiCurso - Kits, corte a laser, balsa etc. www.nauticurso.com.br
CremonHobby - "Kits VCC Cortados a Laser e Acessórios": www.cremonhobby.com

    Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Compartilhe
    avatar
    Wagner
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 724
    Idade : 37
    Comentários : Dividir só conhecimento e experiências.
    Data de inscrição : 24/09/2007

    Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Wagner em Qua Maio 21 2014, 13:34

    Saudações galera.

    Segue link para artigo (PDF) do Ferenc sobre o Sassi 15.
    Tem ainda vários destes nas mãos do pessoal e quem tem recomendo mais ainda a leitura.

    https://drive.google.com/file/d/0B6Dr248HMHgJVm5pS0hzckdfb1U/edit?usp=sharing

    Quem tiver problema com o link, favor avisar neste tópico.
    Recomendo o uso do navegador google chrome, não ganho nada deles ok?? rs Very Happy 
    No Explorer 9 dá um erro, mas é só clicar no x na caixa de alerta de erro que abre.

    Muito obrigado ao Ferenc.

    Boa leitura.

    Wagner


    Última edição por Wagner em Qui Maio 22 2014, 19:12, editado 1 vez(es)


    _________________
    Voe VCC! Apresente a modalidade para uma criança ou adulto, assim podemos aumentar o número de interessados ou praticantes. Informe aos seus colegas a existência do Fórum VCC ONLINE, a união faz a força!!
    avatar
    ANDRE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 247
    Idade : 51
    Data de inscrição : 03/04/2011

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  ANDRE em Qua Maio 21 2014, 17:03

    Boa tarde,

    Comecei no aeromodelismo em 79/80 com um Sassi 15. Naquela época o nosso colega Luiz Carlos Martinez, já havia comentado sobre o problema de carburação e me forneceu um conjunto agulha/carburador de Super Tigre. O motor era outro do dia para noite. Além de pegar nas primeiras batidas, o novo carburador deixava o motor que nem um relógio. Na época utilizava umas hélices coloridas de fibra que eram vendidas na loja de modelismo que ficava ao lado da Mobral. Fiquei parado de 1984 até 2007. Há uns 2 anos atrás acabei comprando um sassi 15 no ML por R$ 50,oo por puro saudosismo. Era pouco usado, porém o antigo dono reclamava que o motor não pegava ou ajustava. Então apliquei a velha tática. Instalei um conjunto de carburador/agulha da CB que é semelhante ao ST e não precisa falar que o motor está 10. Roda uma APC 8x6 muito bem. O motor está instalado em um monitor que acabei dando para um aeromodelista iniciante aqui da Praia Grande depois que o Marlus deu o Sassi 15 dele para mim, em melhores condições.

    O modelo continua voando até hoje.

    O Sassi 15 é melhor que o Fox 15, Fuji 15, TM 15 e TM 20 que era pesado e tinha pouca durabilidade.

    Perde feio para os OS 15, Enya 15, ASP 15, Magnum 15, TT 15, que devem colocar no mínimo umas 3.000 rmp acima do sassi com qualquer hélice.

    Aqui na Pista da Praia Grande, temos o nosso amigo aeromodelista Ferraro, que tem um Sassi 15 com camisa e pistão Enya instalados em um Santana.

    É claro que é outro motor e fica todo mundo babando em cima do motorzinho. O Santaninha faz uma mini-fai com perfeição.

    At. André Luiz Costa.
    PPG - Pista da Praia Grande.
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Qua Maio 21 2014, 18:32

    Olá, André
    Muito interessante o relato de sua experiência com o Sassizinho. Vejo que tivemos experiências semelhantes, com resultados positivos que dão o devido valor ao mesmo. Gostei, em especial, da comparação com outros motores, com a qual concordo plenamente. Não esquecendo que os motores que suplantam o Sassi, com exceção do Enya 15, são de uma geração mais moderna, com admissão Schnuerle.
    Não sabia que o venturi/agulha ST se encaixava no motor. Excelente informação, vivendo e aprendendo!
    Portanto, pessoal, quem tem um motor desses, já sabe o que deve ser feito e o que se pode esperar do mesmo.
    Abraços
    Ferenc
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5154
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Manicaca em Qua Maio 21 2014, 19:01

    Vixi, no meu dá "arquivo indisponível", será que alguém que baixou pode me mandar uma cópia por favor?  Very Happy 
    Wagnão, eu de novo mano !!!!  Embarassed  Embarassed  Embarassed  Embarassed  Embarassed 

    O Sassi na época era a única opção disponivél para começar já que em meados de 78/79 a importação era proibida, os mais velhos vão lembrar bem

    O que tinha de importado ou era antigo e estava guardado no baú de alguém ou a outra opção era de quem foi pro exterior trouxe o motor na bagagem.

    Claro que existia sempre alguém que vendia produtos novos que apareciam por aqui por meios "mágicos" estes custando pequenas fortunas, coisa pra muito poucos mesmo (Dolar no paralelo a mais de 4 !!)

    Vejo o Sassi como um motor importante na história do modelismo brasileiro, obviamente não era perfeito mas permitiu a muita gente se divertir e ter boas horas de voos com amigos e colegas por esse Brazil afora

    Um cara que com certeza merece nossos aplausos é o Wellington Sassi, fundador e fabricante dos Sassi em suas várias fases

    Séria muito bacana se alguém que conhece o Sr Sassi pudesse fazer uma boa entrevista com ele sobre a história dele na fabricação dessas maquininhas

    Não sei ainda como as revistas especializadas nacionais (creio que devam existir ainda uma ou duas delas) ainda não fizeram um matéria com ele, aliás seria um tributo mais do que merecido ...

    É aquela historia, o Brasileiro não valoriza sua cultura  No No No No No No 
    avatar
    Leo-ST
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 160
    Idade : 41
    Data de inscrição : 01/11/2013

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Leo-ST em Qua Maio 21 2014, 20:17

    Belo texto, aprendi a voar VCC e depois R/C com o Sassi .15. Isso mesmo, para aprender a voar RC construi um pequeno modelo com 2 canais (leme e profundor) com 120cm de envergadura e entelado com fita para pacotes (essas que o pessoal usa para entelar modelos elétricos de depron) isso em 1992. Era dar partida no Sassi, carburar e lançar da mão.......... aprendi praticamente sozinho e o Sassi deu conta.
    Lembro que construi quase toda a fuselagem e empenagem com varetas de taquara (bambu), não existia na época tanque de combustível RC adequado ao pequeno Sassi e fiz um com um recipiente de acetona roubado de uma namorada (lembro que ele tinha 80cc).
    Nos tempos de VCC com o Sassi .15 lembro da dificuldade de carburar o motor, mas quando acertava conseguia potencia adequada para loopings e wingovers.
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5154
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Manicaca em Qua Maio 21 2014, 21:44

    Ferenc, como sempre excelente texto transmitindo muito conhecimento com palavras acessíveis e de enorme clareza, obrigado amigo ! Diga-se de passagem, suas contribuições, textos e imagens são fantásticos e muito apreciados pelo grupo todo Very Happy 

    Aos amigo Léo e André agradeço por compartilhar os conhecimentos sobre o motor, obrigado

    Só completando o que o Ferenc disse no artigo sobre o Sassi mais precisamente sobre o venturi grande no Sassi 15, isso também ocorria no Sassi 35, que vinha com um venturi cavalar, um "poço" de grande.

    A dica do palito é excelente, jamais tinhe pensado nisso. Pode-se também fazer um limitador com um pedacinho de tubo de metal que encaixa dentro do corpo do venturi, bastando fazer o ajuste do diãmetro interno e perfurando o limitador para a passagem do spraybar dentro do carburador, desta maneiratambém se reduz o diãmetro do venturi

    Dois anúncios antigos que circularam na época dos produtos da Sassi, espero que curtam  Very Happy 

    Anúncio dos Sassi 15 II e 35





    Anúncio (raro) do Sassi 15 I, que não teve produção muito longa

    avatar
    Marcus36X
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3341
    Idade : 45
    Comentários : Attitude is everything!!!
    Data de inscrição : 09/01/2012

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Marcus36X em Qua Maio 21 2014, 22:31

    Meu Sassi 15 sempe pegou fácil, e nunca me deu trabalho.
    Obviamente, não se compara com motores importados, mas eu não troco, não vendo e adoro meu sassi, alias, os dois, pois tenho um 35 tb....
    Afinal, muita gente reclamava dos Sassi, mas nem sabia que combustível estava usando....kkkk
    Logo, meu sassi 15 vai voltar a voar... Aguardem!!

    YeppeeHaiHouKaYay
    avatar
    Wagner
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 724
    Idade : 37
    Comentários : Dividir só conhecimento e experiências.
    Data de inscrição : 24/09/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Wagner em Qui Maio 22 2014, 07:27

    Saudações à todos.

    Agradeço pelos relatos.  cheers 
    Manicaca, já enviei o arquivo para você.

    Bom dia. Aqui, chuva fina e uma refrescada, mais de 20 dias sem chover.

    W gn r


    _________________
    Voe VCC! Apresente a modalidade para uma criança ou adulto, assim podemos aumentar o número de interessados ou praticantes. Informe aos seus colegas a existência do Fórum VCC ONLINE, a união faz a força!!
    avatar
    betocastrucci
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1040
    Idade : 53
    Data de inscrição : 01/11/2008

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  betocastrucci em Qui Maio 22 2014, 08:11

    Eu parei com o ucontrol em 1980 e retornei em 87 no R/C. Nunca vi um Sassi 15 dos parecidos com o Enya rodando. Mas desse charutinho com corpo de WB eu apanhei bastante, meu vizinho comprou um. Até pegava, mas era muito fraco. Com certeza o pior motor que eu já pus o dedo.
    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1732
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  TAPXURE em Qui Maio 22 2014, 08:59

    Realmente, acho que a maioria dos aeromodelistas dos "velhos tempos", não tinha muita noção de
    como fazer funcionar as coisas corretamente. Era tudo meio "na marra"; ... e como dava errado!!!

    Lembro-me de motores que demoravam uma eternidade para ligar. Eram 20-30... ás vezes até 1 hora
    para conseguir funcionar os "bichim". Quando começava a dar certo... acabava a carga das saudosas
    baterias FOTAX!!!  Mad 

    Nós chegávamos na pista as 14Hs; conseguíamos ligar o motor as 15Hs e quebrava o avião no segundo
    voo, com tanta empolgação de voar, as 16Hs...  Sad 

    Aí, era uma semana arrumando o modelo e o motor, para fazer tudo novamente no Domingo seguinte!

     lol!
    avatar
    betocastrucci
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1040
    Idade : 53
    Data de inscrição : 01/11/2008

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  betocastrucci em Qui Maio 22 2014, 09:33

    Acho que a falta de nitro nesses motores pequenos era o maior problema. O Fox 15X que tenho aqui era um parto (e ainda é) para partir com caretão, mas quando ele sente o cheiro de nitro a coisa muda muito. Nos Cox 049 então nem se fala. Eu cheguei a usar eter na composição do glow para deixar na almotolia que usava para dar a molhadinha no motor, ajudava bem também.
    avatar
    Sérgio Daeuble
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 2154
    Idade : 55
    Data de inscrição : 24/09/2008

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Sérgio Daeuble em Qui Maio 22 2014, 13:16

    Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Beleza!!!!!
    Tenho um modelo escola (Ciclone Hobbylandia) com um Sassi 15. Certa vez experimentei 20% de nitro........ Consegui realizar oito borboleta com facilidade!!!!!! Smile Smile Smile Smile Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing  Tenho um Enya 15! Não dá para comparar os dois motores! O Enya bateu pegou, carbura com facilidade e tem potencia bem superior ao Sassi 15. Acredito que exista o fator sorte em ter um Sassi que funcione e seja confiavel....... Dos meus quatro Sassis, apenas um funciona bem!!!!
    Éra o que tiamos na época em que a importação éra "proibida"........
    Atualmente dar partida em um Sassi não é problema!!!!! Nada que um starter não resolva!!!!!!!! Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy  Pegou!!!!! Vai embora!!!!!! So para quando o tanque acaba!!!!!
    O detalhe do palito ainda não tinha usado! Já colocar um "tubinho" feito com chapa de aluminio bem fino enrolada (lata refri) resolve o problema de carburação.
    Temos que organizar um "concurso" com uma prova que envolva ligar o Sassi e voar o modelo!!!!!! Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked 

     cheers cheers cheers cheers cheers cheers 
    avatar
    betocastrucci
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1040
    Idade : 53
    Data de inscrição : 01/11/2008

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  betocastrucci em Qui Maio 22 2014, 14:52

    Acho que já contei isso por aqui, certa vez conversando com o Gian sobre o que aconteceu no F2A em 30 anos para passarem de 230 km/h com os Rossi para 300 km/h. Motor! Os Rossis viravam 30000 rpm e os modernos 40000 rpm. Mas o que mudou no motor, já que combustível sempre foi o mesmo 4x1? Precisão da mecânica! Então o que faz diferença são os espaços entre as peças, nem muito justo, nem solto. E isso explica e muito porque os motores como o Sassi são tão heterogêneos, como a fabricação não usava equipamentos muito precisos dependia de sorte achar um conjunto camisa/pistão que funcionasse bem. Dai vem a história do de cada quatro, um prestava. Isso vale para a maioria dos motores mais antigos, incluindo o Fox 35. Entendi que o pessoal comprava vários e dentre deles escolhia o "campeão". Hoje com cnc os motores são bem mais homogêneos.
    avatar
    Leo-ST
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 160
    Idade : 41
    Data de inscrição : 01/11/2013

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Leo-ST em Qui Maio 22 2014, 16:28

    Estou voando com meu Tamanco com um .15 moderno, náo tem comparação, enquanto o Sassi buscava forças para fechar um looping ele faz sequências de loopings, oito borboleta e oito horizontal, sem falar que é bater e pegar........ Meu Sassi está guardado I love you , mas tenho pouca vontade de voar novamente com ele.... Basketball Basketball 
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Qui Maio 22 2014, 18:21

    Saudações, pessoal
    Muito bacana o interesse despertado pela matéria sobre o Sassi 15. Inclusive, trazendo ao debate reminiscências sobre as dificuldades e desafios enfrentados em outros tempos e sobre a evolução da tecnologia de motores e de sua disponibilidade hoje em dia.
    Algumas considerações a respeito. Como comentado acima, quando o Sassi apareceu no mercado, não existia a possibilidade de se importar motores estrangeiros modernos. Para se conseguir um motor “bom”, recorria-se a inúmeros subterfúgios e recursos, a custos exorbitantes. O Sassi se tornou a opção daqueles que queriam um motor a um custo razoável, em geral iniciantes ou pessoas que desejavam se iniciar no aeromodelismo motorizado.
    Na época, combustível com nitrometano era um sonho de uma noite de verão. Poucos conheciam seu uso, ou tinham acesso ao produto. Com exceção do pessoal “de ponta”, nos grandes centros como São Paulo, o combustível se limitava à mistura de álcool metílico e óleo de mamona, muitas vezes de qualidade até duvidosa. Se você conseguia fazer seu motor funcionar com isso, muito bem. Se não, já era. Para a grande maioria, discussões sobre conteúdo de nitro, proporção se óleo, aditivos, etc., tão corriqueiras hoje, eram um terreno totalmente desconhecido.
    Em termos de produção e controle de qualidade, nossa indústria era muito prejudicada. Quem tem noções de usinagem e metalurgia sabe que a obtenção de qualidade e padronização exigem elevados investimentos em máquinas operatrizes, gabaritos, tratamento térmico, obtenção de materiais adequados, etc. Isso só é viável com grandes volumes de fabricação, para garantir o retorno do investimento. Um mercado limitado, como era (e, de certa maneira ainda é) o nosso, não permitia isso. Se olharmos os fatos, não há como negar que os que se propuseram a fabricar motores de aeromodelo no Brasil o fizeram de uma forma quase abnegada, por gostar da atividade. Um mercado para algumas dezenas ou mesmo centenas de motores/ano não permite grandes investimentos. Só para efeitos de comparação, quando um fabricante como a OS, por exemplo, lança um novo produto, o faz em séries de pelo menos 100.000 exemplares. Ai o investimento se torna viável. Seria interessante se alguém, com conhecimento de causa, pudesse informar a quantidade de motores Sassi fabricados e em que espaço de tempo. Seria um registro histórico!
    Acho que o Sassi 15 tem de ser olhado sob esse prisma. Certamente não há como compara-lo com produtos modernos disponíveis atualmente. Tem muitas limitação e deficiências, mas como disse no texto que abriu este debate, é possível usá-lo, desde que não se espere dele um desempenho acima de suas possibilidades. Admito que não é o motor que alguém compraria hoje, para se iniciar no esporte/hobby. Mas, para os que têm interesse no VCC brasileiro, certamente tem um lugar garantido, seja em um avião “de época”, seja como peça de coleção.
    Tapxure, o relato de suas “peripécias” dos velhos tempos me despertou memórias de décadas atrás. O pessoal, hoje, não tem nem ideia de como era difícil ser aeromodelista no Brasil 40, 50, 60 anos atrás. Felizmente, estão em uma outra realidade, com acesso ao que há de melhor no mundo. Quem sabe uma hora dessas eu tome coragem e relate como era ser aeromodelista pobre, no interior do Estado do Rio, na década de 50. Quando nada, vai servir para reflexão e, quem sabe, animar outros a contar suas histórias. Afinal, conhecer o passado é bom, para valorizar o presente!
    Abraços a todos
    Ferenc
    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1732
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  TAPXURE em Qui Maio 22 2014, 18:30

    Mestre Ferenc;

    Com certeza, somos "todos ouvidos" e gostaríamos demais de ler sobre suas experiências e aventuras.
    Como você mesmo disse, será uma gostosa viagem de volta no tempo!!!! Vamos lá... uma por dia vai
    ser "bão demais, sô"!!!

    Abraços;

     farao 

    avatar
    ANDRE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 247
    Idade : 51
    Data de inscrição : 03/04/2011

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  ANDRE em Qui Maio 22 2014, 19:56

    Retornando ao assunto Sassi,

    O meu Sassi foi adquirido na Casa Aerobrás do Shopping agora não sei se era no Ibirapuera ou Morumbi.
    Cheguei em Santos as 21 horas, instalei o motor no modelo (Tamanco B2) e as 23 horas o bichinho estava rodando (melhor apitando) na área de serviço do apto, no 11o. andar.
    Dei partida com duas pilhas Duracell grandes ligadas em paralelo.
    Meus pais acordaram assustados com o barulho e viram a minha alegria e falaram: agora que já ligou essa [], vai dormir, senão não tem mais aviãozinho aqui em casa.

    At. André Luiz Costa.
    PPG - Pista da Praia Grande.
    avatar
    Sérgio Daeuble
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 2154
    Idade : 55
    Data de inscrição : 24/09/2008

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Sérgio Daeuble em Qui Maio 22 2014, 20:19

    Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Beleza!!!!
    Ligar o motor no apartamento????? De noite??????? Loucura total!!!!!!!!!!!!!!!
    Já liguei um modelo com motor 049 em um ginásio coberto......... Foi uma barrulheira infernal!!!!!!! Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil 
    Quando o PT-19 da cox pousou...... tinha uma galera revoltada!!!!! Nem imagino o porque........ cheers cheers cheers cheers cheers 
    Nunca enrolei os cabos tão rápido!!!!!!!!! affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid 
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5154
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Manicaca em Qui Maio 22 2014, 21:41

    Hehehe, verdade seja dita Sérjão, se deixar vc voa até dentro da  sala da tua casa mano !!! KKKKKKK  affraid affraid affraid 

    Quem te conhece pode confirmar o que tou falando  lol! lol! lol! lol! 

    Isso é paixão pelo vcc  cheers 

    Ainda bem !  Very Happy 
    avatar
    Alexandre Margonar
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1446
    Idade : 55
    Comentários : Só quem voa, entende porque os pássaros cantam
    Data de inscrição : 04/07/2010

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Alexandre Margonar em Ter Jun 03 2014, 21:28



    Belas historias e muito boa informação, tem mais?

     cheers cheers cheers cheers 
    avatar
    Alexandre Margonar
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1446
    Idade : 55
    Comentários : Só quem voa, entende porque os pássaros cantam
    Data de inscrição : 04/07/2010

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Alexandre Margonar em Ter Jun 03 2014, 21:28


    Belas historias e muito boa informação, tem mais?

     cheers cheers cheers cheers 

    Conteúdo patrocinado

    Re: Sassi 15 - O incompreendido (ARTIGO)

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Jul 22 2017, 17:39