VCC ONLINE

Fórum Técnico dedicado ao Aeromodelismo VCC - VÔO CIRCULAR CONTROLADO. Também conhecido como Control Line ou U-Control.

   Stunt Hobby - Loja especializada em produtos para VCC. www.stunthobby.com
   Allen Modelismo - Kits e materiais para VCC www.allenmodelismo.com
NautiCurso - Kits, corte a laser, balsa etc. www.nauticurso.com.br
CremonHobby - "Kits VCC Cortados a Laser e Acessórios": www.cremonhobby.com

    O Fox 35 - Uma visão prática

    Compartilhe
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Sex 2 Maio 2014 - 11:04

    O Fox 35
    Inicialmente, por que perder tempo com o Fox 35, um motor antigo, de tecnologia ultrapassada e que (quase) ninguém mais usa em competição? A razão é simples: há razões nostálgicas (ver abaixo) e práticas. Há dezenas, talvez centenas deles por ai, nas mãos de aeromodelistas veteranos ou seus herdeiros. Praticamente todos têm ou já tiveram um e que, se cuidaram bem deles, ainda proporcionam bons serviços.
    Comparo o venerável Fox 35 ao igualmente venerável Fusca. Sua época já passou e certamente ninguém pensaria hoje em usá-lo corriqueiramente. Entretanto, houve uma época em que as pessoas, ao conseguirem comprar seu primeiro Volkswagen, diziam: Agora sim, estou montado! E até hoje inúmeros fãs mantêm viva a tradição, restaurando, mantendo e rodando com seus Fuscas de outras eras. O Fox 35, igualmente, em determinada época representou o máximo em termos de motor de competição. O binômio Nobler (e seus clones e derivados) + Fox 35 era o sonho de consumo de todo VCCista (ou U-Controlista, como dizíamos então). Quando alguém, depois dos motores 15 diesel importados (para os felizardos) e WBs nacionais, OK Cub 049 e 099, Enya 19, etc., finalmente botava as mãos em um Fox 35, era uma verdadeira apoteose! Na época em que comecei a me dedicar à acrobacia, tive 4 deles ao mesmo tempo e me tornei um especialista, com partidas na primeira batida e capacidade de diagnosticar precisamente seus problemas de funcionamento. Ai, entra a primeira de minhas considerações sobre o verdadeiro caráter e características operacionais desse motor.
    Primeiro, nem todos os Fox 35 são iguais. A qualidade individual sempre variou muito e não bastava apenas arranjar um deles. Havia o fator sorte, para além dos ajustes que conseguíamos fazer em nossos motores. Por exemplo, dos quatro que usei durante um bom período, um era excepcional, dois eram bons e um era horrível. Esse último, embora comprado na caixa e tratado da mesma forma que os demais (amaciamento, combustível, vela, hélice), simplesmente não produzia os resultados esperados. Portanto, o macete era escolher um entre vários e usar esse motor excepcional nas competições, deixando os mais comuns para treinos. Quanto ao ruinzinho, ficava relegado a modelos de esporte.
    Combustível. O Fox, tanto pela sua fabricação com tolerâncias meio desleixadas, quanto por suas características metalúrgicas, precisa de muito óleo. Pelo menos 25% (se não for muito sobrecarregado por um modelo grande ou pesado), sendo o ideal 28%. E atenção – óleo quer dizer óleo de rícino (mamona), se não totalmente, pelo menos a maior parte. Um conteúdo de nitrometano entre 5% e 10% é altamente desejável; combustível careta perde uns 10% da potência disponível, que já não é muita. Em termos atuais, um motor 25 moderno (OS FP, OS LA, Enya, CB, Thunder Tiger), rodando em alta rotação com hélice de passo baixo produz mais potência com menor consumo de combustível. Para uma gama FAI, o Fox 35 precisa de aproximadamente 110cc a 120cc de combustível. Uma solução moderna e viável para usuários de Fox 35 é usar combustível comercial com 18% ou 20% de óleo e 5% a 10% de nitro, adicionando óleo de mamona até chegar a 28%. A porcentagem de nitro cai um pouco, mas ainda dentro da faixa ótima. A título de comentário, na época era dificílimo conseguirmos nitrometano e tínhamos de adaptar o estilo de voo para não exigir o motor além de sua capacidade. Isso significa cantos mais abertos e suaves, para não desacelerar demais, bem como modelos leves, abaixo de 1.300 gramas.
    Regime de funcionamento. O Fox 35 é o “pai” do 4-2-4 (o tradicional funcionamento “stunt”). A característica essencial disso é uma rotação mais baixa em voo nivelado (a parte “4”) e, ao se levantar o nariz do modelo, entrar em regime mais rápido, produzindo mais potência (a parte “2”). Cessada a demanda, ao voltar a voo nivelado, o motor retorna imediatamente ao regime mais lento (novamente “4”). Essa característica é obtida como resultado do equilíbrio do conjunto (regulagem do carburador, hélice, vela, muffler e, principalmente, combustível com conteúdo de óleo correto). Isso se traduz em cerca de 9.000 rpm no chão, acelerando em voo ao ser solicitado. E atenção – o óleo não é apenas para lubrificar as partes móveis, mas também é fundamental para refrigerar o motor, extraindo calor ao ser expelido. Se o modelo, depois do voo, estiver limpo, é um mau sinal; significa que você não vai ter motor por muito tempo.
    Amaciamento. Um amaciamento correto é crucial para se ter um bom Fox 35. Motores com cilindro de aço e pistão de ferro fundido precisam de um amaciamento totalmente diferente dos motores de hoje, em geral ABC ou AAC, ou com anel de segmento. A hélice deve ser uma que não sobrecarregue o motor nessa fase crucial, uma 10X4 ou 9x5 leve e bem balanceada. O meu procedimento é o seguinte: abrir a agulha 3 ½ voltas, quando funcionar regular para rotação baixa (+/- 6.000 rpm). 10 a 12 funcionamentos de 1 minuto, com intervalos de cerca de 5 minutos para esfriar. Depois, mais 10 a 12 funcionamentos de 2 minutos, com os mesmos intervalos. Em seguida, outros 10 a 12 funcionamentos de 3 minutos, com intervalos de resfriamento. Finalmente, 10 a 12 funcionamentos de 5 a 6 minutos, sempre com intervalos de resfriamento. Esses ciclos alternados quente/frio são necessários para o tratamento térmico dos metais e não só para acamar/polir o pistão ao cilindro. Ai, temos cerca de 2 horas de funcionamento controlado e o motor pode ir para o ar, com muito cuidado para que não superaqueça nos primeiros 10 a 12 voos (funcionamento afogado, sem manobras bruscas). É um processo demorado e chato, mas garante um motor pronto para funcionar bem, com grande durabilidade. Quem disse que seria fácil ou rápido?
    Tanque. O motor é bem beberrão e precisa de cerca de 120 ml para completar uma gama. Com combustível careta, um pouco menos, com nitro talvez até mais. Funciona bem com tanques convencionais e tipo uniflow. O ideal é um tanque com cerca de 130 cc e ajustar a quantidade de combustível de acordo com a experiência. Essa quantidade varia de acordo com a altitude, temperatura, mais ou menos nitro, etc. Pessoalmente, nunca tive bons resultados com pressurização, embora outros colegas jurem que obtinham melhor rendimento usando o recurso. O que sempre faço, tanto com o Fox quanto com outros motores, é tampar o ladrão em voo e manter o tubo de enchimento direcionado para a frente. Esse set-up sempre funcionou bem para mim.
    Velas. As velas Fox Longas funcionam, mas a qualidade não é constante. As velas OS 8, K&B e Thunderbolt produzem um desempenho melhor.
    Muffler. Não pode ser muito restritivo. Os mufflers originais da época eram muito restritivos e o motor não conseguia respirar direito. Geralmente tirávamos o miolo, aumentando o barulho em troca de uma menor perda de potência. Hoje é mais fácil obter um muffler tubular ou tongue muito mais eficiente. Na realidade, quando começamos a de usar mufflers e sem acesso a combustível com nitro, na minha estimativa éramos penalizados com a perda de cerca de 30% da potência do motor.
    Hélices. As hélices tradicionalmente usadas são a Top Flite 10x6 ou 10x5, leves e com pás largas. Em modelos menores, as 9x6 são melhores. Hélices finas como a Zinger ou pesadas (de nylon ou plástico) não dão bom resultado. E cuidado com o balanceamento – o motor normalmente já vibra muito, uma hélice desbalanceada faz com que se torne uma verdadeira britadeira.
    Modelos e cabos de controle. Durante muito tempo foi dogma que modelos com Fox 35 deveriam voar com cabo de 18m. Como muitas outras coisas, isso resultou de uma interpretação equivocada do que se lia em revistas em Inglês. Citações dando a medida ideal dos cabos como 60 pés (18,18 m) geraram a noção de que os cabos deveriam ter esse comprimento. Ocorre que os 60 pés se referiam à distância entre o centro do manete e o centro do modelo. Descontando o comprimento da asa interna, mais a parte externa dos lead-outs e os cabos no manete, em média somando algo em torno de 90 cm a 1 m, os cabos devem mesmo ter 17 m, ou pouco mais. Essa diferença de cerca de 1m, embora diminuindo um pouco o tempo de volta em aproximadamente 0,3 segundos, faz com que a potência relativamente limitada do motor seja muito melhor aproveitada. Cabos mais longos penalizam o motor.
    Quanto ao modelo, em termos atuais, modelos clássicos tradicionalmente puxados por Fox 35 são equipados com Motors 40, 46 ou até mesmo 51. O Fox 35 vai bem com modelos do tamanho do Ringmaster, Olímpia, Hole Shot, Fancy Pants, Banshee.
    Encerrando. As considerações acima relatam, de forma sucinta, a minha vivência com esse tradicional motor para VCC. De forma alguma tenho a pretensão de esgotar o assunto e deixei de abordar assuntos mais profundos, como modificações na janela de admissão, substituição de peças, etc., que podem ser pesquisadas e aplicadas pelos que desejam tirar proveito máximo. Aqui mesmo no fórum, diversos colegas abordaram exaustivamente a matéria, demonstrando que o interesse ainda está bem vivo. Os parâmetros que citei são básicos, para facilitar a vida de quem tem um desses motores e não tem certeza de como usá-lo, já que suas características são tão diferentes dos motores que normalmente usamos atualmente. Se alguém quiser trocar mais ideias a respeito, estou à disposição. E tenho também um extenso arquivo sobre o assunto, que terei prazer em compartilhar com quem queira se aprofundar no estudo desse clássico motor.
    Uma última consideração. Parece que esse baluarte do VCC está, finalmente, com seus dias contados. Com início de fabricação em 1948, é o motor que há mais tempo está em fabricação contínua. São ¾ de século!Mas, parece que a Fox, finalmente, jogou a toalha a suspendeu a fabricação de motores de aeromodelos no final do ano passado. Portanto, quem tem um deles, agora realmente possui uma peça de museu.
    Bons voos nostálgicos!
    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1735
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  TAPXURE em Sex 2 Maio 2014 - 17:03

    Caro Sr. Ferenc;

    É um prazer tê-lo neste FORUM, trazendo de maneira tão minuciosa, a estória de um ícone no mundo VCC. Me identifico muito
    com o que narra, pois sou aeromodelista a 36 anos, tenho alguns FOX ... e um FUSCA!  Very Happy 

    Adoro ler e saber tudo o que se refere à este hobby/esporte. Já imprimi seu texto e ele com certeza será guardado junto com
    um FOX 35 zerado que tenho! Continue trazendo à nós seus conhecimentos, que a turma agradece!!!

    Abraços;

    Tapxure
    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1735
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  TAPXURE em Sex 2 Maio 2014 - 17:09

    ... complementando Ferenc, acho que li há muito tempo, que foram produzidos mais de 1.000.000 de FOX 35!!!

    Tapxure
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Sex 2 Maio 2014 - 21:02

    Ferenc fantástico seus relatos sobre essa maquininha tão querida  Very Happy 

    No momento estou em viagem, mas com certeza lerei tudo novamente com calma ao retornar pra casa

    Quando falei (muito bem) de vc pra turma toda, falei da sua qualidade e de seu conhecimento extremamente ricos tanto no que diz respeito ao seu alto conhecimento técnico como também sua vivência intensa no esporte, e todos nós só temos a ganhar e muito com isso tudo

    Fora isso tudo, entra também sua educação, o seu respeito pelo semelhante que são dignos de nota

    Além de um amigo,todos nós recebemos agora qui no fórum um verdadeiro gentleman

    Seja muito bem vindo de novo amigo  cheers cheers cheers cheers
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Morcegão em Sab 3 Maio 2014 - 18:43

    Muuuuito bom. Tenho vários Fox desde o .15 ao .50 e sempre gostei, apesar de saber que estão ultrapassados.
    Tenho dois .35 em uso e os dois em Ringmaster. Agora tem mais dois a ponto de serem colocados em dois modelos que tenho em Vila Velha/ES.
    Sou suspeito para falar de Fox, pois meu primeiro motor foi um .15 que tenho até hoje e está em um Tamanco. Tenho um .25 destes novos em um Santana II, este ainda por amaciar.
    Não tenho um Fusca, mas tenho uma Brasilia e uso todo dia.  Very Happy Very Happy Very Happy 
    Obrigado pelo ralato.  cheers cheers cheers 
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Sab 3 Maio 2014 - 19:59

    Amigos, fico feliz por terem apreciado a matéria e ver que tantos se identificam com a mesma.

    Tive vários Fox, além dos 7 ou 8 Stunt 35s que passaram por minhas mãos. 15 normal, um 15 Schneuerle e dois 25. O Fox 25, para mim, foi o melhor dos motores Fox. O primeiro modelo com que voei gamas completas foi um PRETENDER (perfilado do Dick Sarpolus) modificado. Excelente conjunto! Infelizmente, estraguei um com combustível inadequado e o outro foi destruído por meu filho, quando estava aprendendo a gama.

    Tapxure, de fato o Fox 35 deve ser, senão a mais, uma das mais fabricadas em toda a história. Se perde, seria para algum modelo da Cox, cuja fabricação se iniciou em 1946. Segundo li no Stunt News (artigo do Doug Dahlke), foram fabricados incríveis 50.000.000 (CINQUENTA MILHÕES) de motores, de inúmeros tipos e tamanhos.

    Abraços
    Ferenc
    avatar
    TAPXURE
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1735
    Idade : 53
    Data de inscrição : 19/08/2012

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  TAPXURE em Sab 3 Maio 2014 - 20:57

    Caracas... Já pensou o SR DUKE FOX ganhou US$1,00 por motor!!!!????  affraid 

    A família do "homi" deve ser milionária, não!!??

    Tapxure
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Sab 3 Maio 2014 - 22:24

    Na verdade, a fabricação de motores pela Fox era uma atividade meio secundária, por questão de gosto. A produção principal era (ainda deve ser) equipamento para a indústria aeroespacial e os militares. Dificilmente uma empresa sobrevive apenas de produtos para aeromodelismo.
    É um exemplo clássico de empresa familiar - o fundador falece e os herdeiros ou não têm a mesma visão que ele, ou simplesmente não são capazes de dar continuidade.
    Ferenc
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Dom 4 Maio 2014 - 7:56

    Ferenc I. L. Zámolyi escreveu:Amigos, fico feliz por terem apreciado a matéria e ver que tantos se identificam com a mesma.

    Tive vários Fox, além dos 7 ou 8 Stunt 35s que passaram por minhas mãos. 15 normal, um 15 Schneuerle e dois 25. O Fox 25, para mim, foi o melhor dos motores Fox. O primeiro modelo com que voei gamas completas foi um PRETENDER (perfilado do Dick Sarpolus) modificado. Excelente conjunto! Infelizmente, estraguei um com combustível inadequado e o outro foi destruído por meu filho, quando estava aprendendo a gama.

    Tapxure, de fato o Fox 35 deve ser, senão a mais, uma das mais fabricadas em toda a história. Se perde, seria para algum modelo da Cox, cuja fabricação se iniciou em 1946. Segundo li no Stunt News (artigo do Doug Dahlke), foram fabricados incríveis 50.000.000 (CINQUENTA MILHÕES) de motores, de inúmeros tipos e tamanhos.

    Abraços
    Ferenc

    Só pra ilustrar a resposta do amigo Ferenc uma imagem do Pretender, pojeto do Dick Sarpolus  Very Happy 
    (Á direita o projetista)



    avatar
    Alexandre Margonar
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 1446
    Idade : 55
    Comentários : Só quem voa, entende porque os pássaros cantam
    Data de inscrição : 04/07/2010

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Alexandre Margonar em Dom 4 Maio 2014 - 18:46



    Ferenc, belíssimo texto sobre o nosso amado Fox 35.

    Demonstra o seu profundo conhecimento sobre o assunto e só fez com que eu tenha ainda mais orgulho em possuir alguns 35 e um 25 dessas "peças de museu"

    Muito obrigado por partilhar, gostei muito.

     cheers cheers cheers 
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Seg 5 Maio 2014 - 8:39

    Perfeito, esse é o PRETENDER do Dick Sarpolus, originalmente com Fox. 19.
    O meu tinha leme vertical modificado (melhor estética!) e fuselagem de balsa leve de ½”. Voava muito bem e, quando retornei ao 3 A junto com o José Américo e vários outros veteranos, instituí um programa de apoio aos nossos manicacas e adotamos o modelo como padrão, pela relativa facilidade de construção e boas qualidades de voo. Foram construídos cerca de uma dúzia, quase todos motorizados com o CB 25. Um colega de São Paulo (Otávio Pontieri) também o adotou e vários foram usados no Ibirapuera.
    Assim que descobrir como postar fotos, vou colocar uma do meu.
    Abraços
    Ferenc
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Seg 5 Maio 2014 - 18:31

    Ferenc, boa noite amigo

    O fórum adotou um sistema excelente de anexação de imagens (Tinypics) que está no mesmo "bloco" onde está o ícone vermelhinho do youtube, nesse bloco o do anexo de imagens é o primeiro quadradinho. Aí é só clicar e anexar, tá bem tranquilo  Very Happy 

    Qquer coisa me dá um toque
    Estamos aguardando muito suas imagens, sei que o amigo tem um acervo incrível !! Very Happy 
    avatar
    Editor Vcc Online
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 40
    Idade : 47
    Comentários : OBS: esta é uma conta da Administração para edição
    Data de inscrição : 11/07/2008

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Editor Vcc Online em Qui 8 Maio 2014 - 19:50



    Pessoal, esse era o meu PRETENDER modificado, por volta de 1985. Fox 25, hélice Top-Flite 9x5, cabo 16,5 metros entre olhós. Vários colegas no 3A construíram o modelo, com CB 25 e Enya 19. Para quem quer um modelo médio, de construção simples, fácil de transportar e capaz de fazer uma gama razoável, é uma boa opção.

    Ferenc

    Imagem inserida a pedido do Sr Ferenc.
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Qui 8 Maio 2014 - 20:00

    Lindo modelo Ferenc  Very Happy 
    Com certeza continua sendo uma opção altamente válida seja para um 19, um 20 ou um 25

    Deve ficar um show com um Enya 25 !

    Obrigado por compartilhar suas imagens com a gente, se precisar estou a ordens

    Mario Zuffo BRA-00076
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 419
    Idade : 71
    Data de inscrição : 07/06/2009

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Mario Zuffo BRA-00076 em Ter 13 Maio 2014 - 19:18

    Veteranos Comandantes e Co-Pilotos

    Como eu digo "FOX 35 STUNT sempre foi , é ,e sempre será o eterno Classico dos Classicos " , quem teve ou tem ou vai ter om destes motores sabe oque estou me referindo , comigo são só 57 anos  tive de parar de voar por um poblema que prefiro não comentar , más o meu sentimento com estes motores com suas maravilhosas historias e que reinou abssoluto por muitas gerações , e vai continuar com toda a certeza a fazer muita história por outras gerações ainda .

    100 + Mario Zuffo BRA-00076 Cuiaba MT
    avatar
    Morcegão
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 3288
    Idade : 53
    Data de inscrição : 09/06/2010

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Morcegão em Ter 13 Maio 2014 - 19:36

    Com certeza Mário. Tenho um Fox 15 dado por meu falecido pai e que coloquei novamente em uso. Ganhei em 1978 e ele me leva a bons anos, vividos ao lado de muitos amigos nas pistas e fora delas. É um motor que muitos não gostam e outros tantos amam. Tenho .15, .19., .25, .29, .35, .36, .40 e .45 e não vendo nenhum deles. 15 e 25 tenho dos antigos e dos novos também e ..35 tenho de épocas diferentes.  Very Happy  Very Happy  Very Happy
    avatar
    Ferenc I. L. Zámolyi
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 19
    Idade : 74
    Data de inscrição : 06/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Ferenc I. L. Zámolyi em Sex 16 Maio 2014 - 9:55

    Olá, manicaca. De fato, o PRETENDER deve ficar excelente com um Enya 25. Colocaria nele uma hélice 10x4, lembrando que funcionará em rotação constante, não “stunt” como o Fox. Se tentar fazê-lo funcionar 4-2-4, não vai dar certo. Os Enyas funcionam bem com rotação mais alta e constante, com muita potência.
    Zuffo e Morcegão, vê-se que são apaixonados pelos Fox, conhecedores da história do aeromodelismo. Eu, pessoalmente, acabei ficando apenas com um Fox 35 Stunt e com o meu excepcional  Fox 45 Schnuerle com anel de segmento, adaptado para VCC. Foi o meu primeiro motor “grande”, pós-Fox 35 e me deu muitas alegrias. Embora pesado, é extremamente potente e puxava um modelo meu do tamanho de STILETTO 660. Ainda vou coloca-lo novamente em um modelo!
    Para os saudosistas e colecionadores, estou postando um catálogo da Fox da década de 70. Vejam a variedade de coisas que oferecia, ligadas a motores. O Wagner, gentilmente, se propôs a reduzi-lo e hospeda-lo em um local adequado, à disposição de todos.
    Abraços
    Ferenc
    avatar
    Wagner
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 724
    Idade : 37
    Comentários : Dividir só conhecimento e experiências.
    Data de inscrição : 24/09/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Wagner em Sex 16 Maio 2014 - 10:31

    Saudações Ferenc e pessoal do Fórum.

    Segue o link: https://drive.google.com/folderview?id=0B6Dr248HMHgJYjRpUmFqOEl1MjA&usp=sharing

    Caso tenham algum problema, avisem neste post.

    Ferenc, muito obrigado. À todos ótimo final de semana.

    Wagner


    _________________
    Voe VCC! Apresente a modalidade para uma criança ou adulto, assim podemos aumentar o número de interessados ou praticantes. Informe aos seus colegas a existência do Fórum VCC ONLINE, a união faz a força!!
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Sex 16 Maio 2014 - 19:05

    Wagnão, não consigo abrir, mesmo clicando para abrir o PDF
    Tenho muito interesse nesse catálogo, obrigado pela juda

    Ferenc, muito gentil como smpre pelo compartilhamento amigo, certamente um material raro e exepcional
    Muito obrigado  Very Happy 
    avatar
    Wagner
    Admin
    Admin

    Número de Mensagens : 724
    Idade : 37
    Comentários : Dividir só conhecimento e experiências.
    Data de inscrição : 24/09/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Wagner em Sex 16 Maio 2014 - 20:33

    Salve Mani, envio por email, ok?

    Aqui está ok, clica na imagem, daí abre e no canto inferior direito da tela tem uma seta pra baixo, clica e faz o dowload, daí é só salvar.
    Mas talvez seja a versão do navegador.
    Não consegui deixar como pasta zipada.

    Se mais alguem tiver problema por favor avise.

    Bom final de semana.

    Wagner


    _________________
    Voe VCC! Apresente a modalidade para uma criança ou adulto, assim podemos aumentar o número de interessados ou praticantes. Informe aos seus colegas a existência do Fórum VCC ONLINE, a união faz a força!!
    avatar
    Manicaca
    Usuário Master
    Usuário Master

    Número de Mensagens : 5190
    Idade : 53
    Comentários : "Ô guri, cuidado com o cabo no chão pô !! '
    Data de inscrição : 18/10/2007

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Manicaca em Sex 16 Maio 2014 - 22:58

    Valeu Brô !!  Very Happy Very Happy Very Happy 

    Conteúdo patrocinado

    Re: O Fox 35 - Uma visão prática

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 24 Set 2017 - 19:56